Free Shop vale a pena? Quanto pode trazer?

Lembro a primeira vez que saí do Brasil, e como fiquei encantada com o Free Shop. Era tanta coisa, tanta marca famosa, e mais barato que nas lojas que tinha acesso – as importadoras. Nem preciso dizer que fiz a festa, né!?

Mas hoje em dia eu praticamente não compro nada no free shop. Então vou contar aqui o que eu acho que vale a pena.

 

Vamos aos detalhes

Acho que vale a pena comprar bebida alcóolica no duty free já de volta ao Brasil. As bebidas saem mais barato que aqui no país, e você não compromete peso da mala.

Os perfumes em oferta, eventualmente valem a pena. Mas os demais, em geral encontro mais barato no destino, especialmente se estiver indo aos EUA. O mesmo vale para maquiagens e creminhos.

Chocolates não são mais baratos que no destino, mas vale comprar para comer no avião.

Eletrônicos e roupas não valem a pena, especialmente se o destino for os EUA.

Agora, o duty free de dentro do avião às vezes compensa. Eu já comprei artigo mais barato que nos EUA.

 

Compare sempre

Mas para todos os casos, vale sempre a pena comparar. Eu costumo passar no Free Shop de saída do Brasil e anotar os preços dos artigos que tenho interesse, faço o mesmo no de chegada do país de destino (se a conexão permitir). E então vejo os preços no destino final. Se algum item estiver mais barato no Duty Free Brasileiro, você pode reservar pelo site para pegar em seu retorno ao país.

 

duty-free-buenos-aires-4-500x312
Fonte: turismo.culturamix.com

Que moeda é aceita no Duty Free?

Aceitam dinheiro local, notas e moedas. Para qualquer outro “dinheiro”, apenas notas (não aceitam moedinhas), e o troco será dado em moedas do dinheiro local. Também aceitam cartões de crédito, que entra em sua fatura como compra no exterior, com iof.

Mas posso fazer a maluca e comprar o Duty Free inteiro?

Vou resumir aqui as orientações da Policia Federal Brasileira. Vou falar sobre o que pode comprar fora e o que pode no free shop.

 

COM RELAÇÃO AOS BENS COMPRADOS NO EXTERIOR

isencoes-da-bagagem

ISENTOS DE TAXAÇÃO

  • Livros, bens de uso pessoal e de consumo do próprio viajante;
  • Devem estar usados e compatíveis em quantidade com a duração da viagem;
  • Estes bens não precisam ser declarados e também não entram no cálculo da cota de isenção, a menos que se deseje regularizar a sua entrada no país.

COTA DE ISENÇÃO

  • Os bens que não se enquadram acima, ficam isentos de taxação se o somatório dos valores fiquem até 500 dólares americanos se por via aérea ou marítima, e 300 dólares se por via terrestre ou fluvial;
  • A cota é individual e intransferível, não dá para somar as cotas da família;
  • Cada viajante tem direito a essa cota 1x/mês, contando a partir da chegada da última viagem.

LIMITES DE QUANTIDADE

Alguns produtos além da cota de valor, também devem obedecer aos limites de quantidade.

  • Bebidas alcoólicas: 12 litros
  • Cigarros de fabricação estrangeira: 10 maços com 20 cigarros cada
  • Charutos ou cigarrilhas: 25 unidades
  • Fumo: 250 gramas
  • Custem menos de US$ 10,00 – até 20 unidades, máximo 10 idênticos
  • Custem mais de US$ 10,00 – até 20 unidades, máximo 3 idênticos
  • Se exceder os limites quantitativos, os bens ficarão retidos para cálculo dos impostos devidos, desde que a quantidade não revele destinação comercial

COM RELAÇÃO AOS BENS ADQUIRIDOS NO DUTY FREE

Os itens comprados no Free Shop de saída do Brasil (ou o de dentro do avião) é incorporado a cota da bagagem de acordo com a via do transporte (aéreo, terrestre, etc).

Para os bens adquiridos no retorno ao Brasil, no Duty Free de entrada, o viajante tem direito a uma cota adicional de US$ 500,00, respeitando os limites de quantidade.

compras-no-free-shop

LIMITES DE QUANTIDADE – DUTY FREE (COTA ADICIONAL)

  • Bebidas alcoólicas: 24 unidades, sendo 12 unidades por tipo de bebida
  • Cigarro: 20 maços
  • Charuto e cigarrilha: 25 unidades
  • Fumo para cachimbo: 250 gramas
  • Itens de higiene e beleza: 10 unidades
  • Relógios, máquinas, aparelhos, equipamentos, brinquedos, jogos ou instrumentos elétricos ou eletrônicos: 3 unidades

QUANDO PRECISA DECLARAR OS BENS ADQUIRIDOS?

  • Quando trouxer bens não isentos, com valor que ultrapasse US$ 500,00 (via aérea) ou que passe o limite de quantidade
  • Quando se deseja nacionalizar o bem
  • Dinheiro em espécie superior a R$ 10.000,00 ou equivalente em outra moeda
  • Bens que não se enquadrem como bagagem
  • Itens sob controle da Vigilância Sanitária, Agropecuária e do Exército ou sujeitos a restrições e proibições de outros órgãos

 

COMPREI ALÉM DA COTA, E AGORA?

Você irá declarar os bens que ultrapassarem a cota, e pode fazer isso através do formulário eletrônico e-DBV pelo app da Receita: Viajantes, pelo site da Receita Federal ou ao se dirigir para a fila de Bens a Declarar, o fiscal vai orientar como proceder.

Como é calculado o imposto?

Paga-se 50% do valor que excede a cota, de acordo com a via do transporte.

Então se comprou um item de 600 dólares, 100 dólares excedem a cota se você veio de avião (US$ 500,00), o imposto a pagar é de 50 dólares.

Agora, se você quis dar uma de espertinho, e foi pra fila de nada a declarar com bens acima da sua cota, configura declaração falsa e perda da espontaneidade em recolher o imposto devido, punida com multa correspondente a 50% do valor excedente ao limite de isenção para a via de transporte utilizada.

Ou seja, se comprou um item de 600 dólares, 100 dólares excedem a cota se você veio de avião (US$ 500,00), o imposto a pagar é de 50 dólares + 50 dólares de multa.

O fiscal emitirá um DARF e você poderá pagar no banco, ali mesmo no aeroporto ou pelo internet banking pelo celular. Se não puder pagar na hora, terá até 45 dias para pagar e resgatar o bem. Isso poderá ser realizado pelo próprio viajante, ou por representante por ele autorizado.

Muita informação! Para maiores detalhes, acesse o Guia do Viajante da Polícia Federal.

Esqueci de falar alguma coisa?

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s