Dá mesmo pra viajar com milhas?

Essa é uma pergunta que me fiz muitas vezes – será que dá mesmo pra viajar com milhas? Via muitas pessoas falando sobre isso mas até então eu só conseguia comprar passagens pra São Paulo com as milhas que juntava.

Então após ler alguns blogs especializados, e modificar algumas coisas, consegui comprar meu primeiro vôo internacional com milhas. Nem estou acreditando, rs.

Mas qual foi a mágica?

Nenhuma mágica. Vou contar aqui o que fiz.

balloons-1485766

 

Escolha um programa de fidelidade

Primeiro, escolha em que lugar /companhia vai juntar suas milhas (Múltiplus, Tudo Azul, Smiles, Amigo, etc). Veja as companhias aéreas que gosta de viajar e quais são suas alianças (One World, Star Alliance). Tendo decidido, foque a acumulação de milhas em apenas um programa. Não vale a pena ter 5 mil pontos na Smiles, 10 mil no Múltiplus.

Sempre que precisar fazer uma viagem, compre suas passagens das empresas parceiras. Não adianta juntar pontos no Smiles e comprar vôo da Avianca. Eu tinha/tenho hábito de só querer viajar com as empresas aéreas que gosto, mas para acumular milhas temos que pensar com a cabeça e não com o coração, rs. Por exemplo, em 2015 fui para o Leste Europeu de KLM/Air France, que eu gosto muito, mas que não tem aliança com as empresas que escolhi para juntar minhas milhas. E o que aconteceu, perdi as 3.000 milhas que havia ganho com o vôo.

 

Concentrar gastos num bom cartão de crédito

Outro ponto muito importante é focar seus gastos no cartão de crédito, mas escolha um que te ofereça no mínimo 1,3 pontos a cada dólar gasto. Você não paga nada a mais pelos pontos gerados pelo cartão de crédito. Então quando você compra aquele vestido fabuloso com aquela sandália linda, este valor é revertido em pontos.

Comprar passagem aérea com cartão de crédito, além das milhas voadas, o valor da passagem também vai virar milhas . Outro benefício, para quem tem cartão platinum (ou superior) é que ao comprar passagem internacional inteiramente com o cartão, você “ganha” seguro saúde e viagem. Se for para Europa, a empresa do cartão te envia (à pedido) o Certificado Schengen que é exigido para entrar na União Européia. Ao alugar carro com cartão, também “ganha” seguro para carro. Se eu confio nesses seguros? Isso dá um outro post.

 

Como otimizar a acumulação de pontos?

Para otimizar a acumulação de pontos, use os serviços oferecidos pelos parceiros de seu programa de milhagens. Vai reservar hotel pelo Booking, entre no site do Booking pelo link que há no site da Multiplus, por exemplo. Vai comprar sofá, geladeira? Procure preços nos sites dos parceiros, mas é imprescindível que você entre pelo link do site do programa de milhagem. Comprei um faqueiro em uma loja que, no fim de semana que comprei, oferecia 10 pontos a cada 1 real gasto.

 

Tenha calma e paciência

Não tenha pressa para transferir os pontos do cartão de credito para o programa de milhagem. Aguarde pelas promoções. Já vi até bônus de 50%. Ou seja, transferiu 20.000 pontos, ganhou 30.000 milhas.

 

E os Clubes de compra de milhas? Vale a pena?

Todos os programas de milhagem agora tem seus Clubes de acumulação de milhas, onde você compra mensalmente um número de milhas pré-determinado por um valor fixo. Dependendo do valor de milhas oferecido na adesão, essa pode ser uma estratégia interessante.

 

Já tenho as milhas, quando troco as passagens?

Juntou a quantidade de milhas suficientes para sua viagem dos sonhos, compre o mais rápido possível. Os melhores vôos e os mais baratos em milhas se esgotam logo. E sempre de olho nas promoções, é claro.

 

Acho que é isso. Espero que tenha te ajudado de alguma forma!

 

 

Faltou falar de alguma coisa? Você tem alguma dica ou sugestão? Deixe nos comentários!

 

Anúncios

6 comentários

  1. Olá! Além das dicas que você adotou e eu já sigo, faço todos os pagamentos possíveis com cartão de crédito: de supermercado a prestação do apartamento, só não uso cartão se houver bom desconto para pagamento à vista. Cartão de débito ou espécie só se o estabelecimento exigir.

    Consegui trocar meu cartão que dava 1,5 por dólar por outro que dá 2 pontos por dólar. Falar com o gerente da conta e pedir um upgrade de categoria pode funcionar.

    Algumas aéreas tem parcerias com postos de gasolina, Latam, por exemplo, tem com Ipyranga; Azul com a rede BR. Fiz minha inscrição num programa desses, qdo abasteço o carro, ganho pontos no cartão de crédito e pontos no programa do posto, que depois podem ser transferidos para a Cia aérea. Assim, maximizo a pontuação.

    Já comprei TV, geladeira e lavadora de roupas nas parceiras dos programas de milhas qdo estão em promoção de 7 a 10 pontos por R$ 1,00. Para não ter prejuízo, faço uma pesquisa do preço do produto na internet e se o da loja parceira estiver compatível, fecho o negócio! Ganho os pontos do programa e do cartão de crédito.

    Fiz as contas e é mais vantajoso usar cartão de crédito no exterior do que aqueles cartões vendidos nas casas de câmbio. Nas viagens pro exterior, levo parte em espécie​ e pago a outra parte das despesas com cartão de crédito: mais pontos! Agora, é bom saber como seu banco faz a conversão. O meu faz pela data da compra e usa cotação bem próxima da oficial, que é sempre mais baixa do dólar turismo, que compramos nas casas de câmbio. Nunca me arrependi!

    Decidido o destino, fico de olho nas promoções. Já consegui Salvador/Santiago e Perto Mont/Salvador por 10 mil milhas cada trecho em pleno Natal e Ano Novo! Salvador/Cartagena e Bogotá/ Salvador por 14mil cada trecho em pleno verão; Salvador/Orlando/Salvador por 25mil cada trecho também no verão; Salvador/Londres e Paris/Salvador por 35 mil cada trecho, no verão. Para conseguir as melhores ofertas, recebo e-mails das aéreas e faço muiiiitas pesquisas! Para os trechos internos, não cobertos pelas passagens com milhas, sempre pesquiso uma low coast no país destino pela Skyscaner.

    Até agora, meu maior desafio foi conseguir quatro passagens com milhas de Salvador/ Los Angeles e Las Vegas/Salvador no período de Natal / Réveillon 2016/2017. Quebrei a cabeça, quemei muitas milhas e fizemos um périplo pelas Américas (risos). Mas essa história fica para um post no viajantemserie. Dá uma passadinha por lá. Abraços e boa viagem!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s